10.3.14

(cont.)

Na missa de sábado, emocionei-me como há muito tempo não acontecia. Num dos cânticos com as minhas crianças do coro, a Consagração a Nossa Senhora, não me segurei. As lágrimas chegaram de mansinho, a emoção tomou conta de mim. Tremi a voz, temi que as minhas crianças parassem de cantar por me ver assim. Mentalmente, respirei fundo, tentava a todo o custo cantar umas das orações mais bonitas que a Igreja tem. Tentei disfarçar, mas as crianças ouvem-me e quando deixaram de o fazer olharam, curiosas, para os meus olhos. Baixei o olhar, tentei continuar a todo o custo. Terminou o cântico. Virei-me para o altar e pedi ao meu Jesus, que proteja a minha Mãe. ♥

Sem comentários:

Logo terei o trabalho árduo de ajudar o meu filho a decorar uma abóbora. Help.