11.6.13

A grey e as maleitas

Ora pois que aqui a madame anda com umas maleitas desde há duas semanitas para cá. Tudo começou numa quarta feira, por volta das 13h. Estava prestes a aquecer a minha sopa e eis que começo a ter umas tonturas que me impediam de caminhar em linha recta. Tirei os óculos, respirei fundo e nada de passar. A sopa aquecida e comi aquilo como se estivesse num deserto há mais de 6 meses. "Respira fundo!", pensava eu. E respirava e nada. O coração a querer explodir, a visão confusa mas nunca sem deixar de ver, apenas aquela sensação de querer seguir em frente e o corpo a ir 'de lado'. Juro que não tinha bebido, ok?!
Foi horrivel. Mesmo. Praí 2 semanas antes tinha-me dado umas tonturas na produção, a meio da tarde, mas caminhei, respirei fundo e foi passando gradualmente. Mas, desta vez, a coisa esteve feia. Depois de ter engolido a sopa, comi uns quadrados de chocolate e fui lá fora apanhar sol. Devagarinho..., não fosse dar-me mesmo para desmaiar e a coisa descambar de vez. Tremi. Confesso. Tive medo. Acagacei-me toda. Aos poucos fui melhorando. Nada de ficar a 100% mas o coração começou a acalmar-se (obriguei-o!!) e só pensava "como é que vou conduzir e levar os miudos para casa?!"
Bom, lá fui andando, avisando os meus colegas que não estava lá muito bem (para eles ficarem atentos para o facto de eu aterrar no chão) mas as 17h chegaram e eu fui para casa. Deixei os miudos com a minha mãe e fui à farmácia. Tensão arterial (TA) 138/87.
Na 5ª-feira de manhã, às 10h, 155/90 e às 12h, 119/69. Pois. Que rico carrossel. Fui à minha médica de familia e fiz logo nessa tarde um electrocardiograma. Análises para fazer e pronto.
Hoje voltei lá. Tinha as TA 128/79 (boas) e nas análises ali uns valores marados mas nada de especial. A minha glicose em jejum é de 71, nada de colesterol e afins, tudo ok.
Stresses? Pois. Eu sou mocinha nervosa. Sou gaja de querer tomar as dores dos outros e lixo-me com a preocupação alheia. Mas nada a fazer. Ela receitou-me magnésio para o relaxamento muscular e meio comprimido de uma porcaria qq ao deitar. Este ultimo não vou tomar. Lamento. Não quero que o meu filho me acorde de noite e eu toda grogue devido ao efeito do medicamento. As coisas vão-se compôr. Já estiveram piores. Não é nada nas entranhas, pois não? Então tudo se há-de acalmar que eu não sou menina de depender de medicamentos para dormir.

Sem comentários:

Logo terei o trabalho árduo de ajudar o meu filho a decorar uma abóbora. Help.