29.4.13

Ainda o tema: irmãos.

Desde que me lembro de tocar no assunto, como o meu mini, que a resposta sempre foi: não quero! Isto, aos 5 anos e tal, deixa-me apoquentada, confesso.
No sábado, estava a vesti-lo após a banhoca e já não sei porque ele diz-me, mais uma vez, que não quer irmãos. Eu respondo na minha boa onda "olha, e se eu também não quisesse filhos, tu não estavas aqui."
Sim, vou ali dar-me duas chibatadas e venho já. Mas eu disse isto numa boa, ainda a modos de brincadeira, ao que ele me diz "e siiiim! Mas ia ter muitas saudades tuas...!" e começa-me a chorar, agarrado a mim.
Fiquei destruída. Fiquei para morrer. Fiquei com o meu interior a doer, porque as palavras não eram para magoar, de todo! O meu filho anda tão sensível. Morreu-lhe uma 'quase' avó na 5ª-feira passada e eu não sei como é que ele está a gerir isto. Ontem fomos dar uma volta grande. Almoço bom os três, passeio bom pelo parque, baloiços, bola, corridas, abraços e gelados. Tenho de ficar alerta e bater com a cabeça na parede antes de falar merda.


3 comentários:

Patricia disse...

Os especialistas dizem que os segundos filhos devem ser planeados unicamente com os pais. As crianças devem ser "apenas" informadas que vem um irmão a caminho.
Se lhes fazemos a pergunta "queres?" estamos a fomentar a ideia que eles mandam nas nossas decisoes.
E isso é mau para todos.
O melhor que tens a fazer é ignorar e não falar mais do assunto até terem um bebé a caminho. E é claro que ele vai adorar!!!

Joana disse...

Eu também não queria irmãos mas quando a minha mãe engravidou fiquei bem com a ideia :) é muito bom ter um irmão, apesar de no meu caso a coisa não ter acontecido bem como se esperava que acontecesse.

E também acredito, do fundo do meu coração, que não tinhas a intenção de magoar o teu filho... lá por ele se ter sensibilizado não quer dizer que tenhas errado :) tantas vezes que chorámos com aquilo que os nossos pais nos diziam, ainda que para nosso bem... foi só uma maneira de lhe transmitires uma ideia :) provavelmente a morte da quase avó mexeu com ele, e este tópico é delicado nas crianças... nos adultos ja é complicado por vezes, imagina numa criança :)

Tenho estado meio distante, mas vou já pôr a leitura em dia no teu cantinho! Se estás a pensar engravidar desejo-te as maiores felicidades :D

um beijo**

MMP disse...

Um beijo às duas!

Logo terei o trabalho árduo de ajudar o meu filho a decorar uma abóbora. Help.