28.11.12

Gente mal educada

Se há coisa que prezo no meu trabalho é o respeito. Há aqui colaboradores X que não se dão com Y e sempre que podem lá vem a conversa de cortar na casaca. Ontem alertei um desses colaboradores X que não cumpria com uma das obrigações da empresa, no que toca a vestuário de produção. Reclamou e lá teve de vestir. A dada altura da produção, recebi uma mensagem escrita e peguei no meu telemóvel. Então não é que esse individuo vem ter comigo a berrar porque eu também não podia ter pegado no telemóvel?
Pois, não devia mas falar assim comigo é coisa que não admito aqui nem em lado nenhum.
Diz-se que ele vai emigrar. Até nos damos bem, a sério. Ele é brincalhão e talvez por isso deve ter pensado que podia falar comigo como fala com quem não se dá, arrogância e mal criadeza.
Ai meu menino, eu filho só tenho um e se me voltas a falar assim estás fodido comigo.

Já disse que não é fácil trabalhar-se com homens intriguistas, não já? Eu posso bem com ele e se ele pensa que isto ficou esquecido, está redondamente enganado.

Sem comentários:

Logo terei o trabalho árduo de ajudar o meu filho a decorar uma abóbora. Help.